TudoSobreTudo

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

MULHER NÃO CORRE ATRÁS DE HOMEM!!!




Se tem uma coisa que me tira do sério é ouvir mulher dizendo “Ele não me ligou! O que é que eu faço?”. Será possível que você não entendeu ainda que a resposta é: NADA!!!! Mulher não liga pra homem minha filha!!!! Não liga, não manda whastapp, não manda “indireta” pelo Facebook, nada disso. Nada, nada, nada!!! Entendeu? Não????? Quer saber o porquê? Então vamos lá…

Na primeira vez em que me dei conta de que existem mulheres nesse mundo que não sabem disso, fiquei tão perplexo que levei tempo para acreditar que não era uma pegadinha. Minha amiga E. era uma mulher que se encaixava perfeitamente no perfil do público alvo desse livro. Executiva de uma grande multinacional, 32 anos, sem filhos, sem casamentos, vivência de mais de 4 anos no exterior, moradora do Leblon, levava uma vida que muitas mulheres pediram a Deus e para as quais de nada adiantaram suas preces. Pois bem, com todo esse “curriculum”, no dia em que conversando num bar eu lhe disse “Mulher não liga pra homem!”, ela olhou para mim como se estivesse presenciando uma aparição da Virgem Santíssima!!!! “Como assim amigo?!?!?! Ao explicar para ela como os homens decodificam os telefonemas/sms/status do Face/etc de vovês, me senti como se estivesse revelando ao mundo a verdadeira história do assassinato de JFK, ou a fórmula da Coca-Cola ou algo parecido tamanha a incredulidade da criatura me ouvia falar.

Em primeiro lugar vamos deixar muito claro por qual motivo ele não te ligou: PORQUE ELE NÃO QUIS!!!!!! Enquanto você ficou desesperada pensando tolices do tipo: “Será que aconteceu alguma coisa, um acidente?”, “Será que ele tentou me ligar várias vezes e não conseguiu, tadinho”, “Será que ele ficou chateado com alguma coisa que eu disse ou fiz?”, “Será que está acontecendo alguma coisa no trabalho ou na família dele que eu não estou sabendo”? Eu posso te garantir que NADA disso aconteceu e mais, que o malandro estava vivinho da Silva, sem problema algum, feliz da vida provavelmente num bar com os amigos ou te dando (ou tramando) um tremendo balão. Não tem nenhuma outra alternativa, se houvesse você teria sabido. Por ele mesmo! Porque se ele quisesse falar com você ele teria ligado!!!!


Agora, não vamos fazer disso uma tempestade num copo d’água sobretudo se você estiver nas primeiras 3 ou 4 semanas saindo com ele. Nessa fase inicial, ainda mais nos dias de hoje com essa mulherada caindo encima dos homens como estão, é muito comum que o imbecil se sinta no direito de usar (e abusar) da faculdade de reforçar o próprio conceito de liberdade (Tradução: faço o que quero e não dou satisfação pra ninguém!). Esquece toda a baboseira que ele certamente já te disse(“você é especial”, “você é diferente das outras, com você eu quero uma coisa séria não essa loucura que rola hoje em dia….”). Esses malandros já aprenderam a dizer as coisas que vocês gostam de ouvir de quem escolheram ou decidiram dar uma chance. É tudo padrão, ele não acha nada disso. Mas pode vir a achar se você souber SE DIFERENCIAR DAS OUTRAS. Como? Não fazendo nada!!!!

Sabe o que os homens pensam quando encontram várias ligações/sms/recados seus desaforados no dia seguinte? “Ah, essa aí tá presa forte no anzol”, “Caraca, o que é que eu vou inventar dessa vez”, “Ih, melhor dar um trato nessa antes que ela fique brava”. Nunca passa na cabeça de um homem que você ficou preocupada com o estado de saúde dele ou pior, profundamente ferida e magoada pelo que ele fez. Nunca!!! Ele sempre acha que vai ligar alguma hora, ouvir você reclamar um montão e que o seu “chilique” vai passar no dia seguinte…. Sabe por que ele pensa assim: Porque mulher não corre atrás de homem minha filha!!!!

O homem quando quer liga! Liga e combina o finde já na quarta-feira. Se ele está realmente interessado em você não vai querer dar a chance pra você arrumar um outra programação ou que algum outro cara apareça antes pra marcar. Homem quando quer, liga!!!!! Por isso se o cara não te ligar até a quinta-feira de tarde (e olha que eu estou sendo muito benevolente aqui) você tem que fazer com que ele entenda que você não está o tempo todo à disposição dele não. E ele vai entender se você não fizer NADA: nem ligar, nem mandar sms, nem deixar recado na secretária e nem muito menos mandar recado por terceiros de que você ficou brava/decepcionada/puta porque ele não ligou. NADA, NADA, NADA! Quer ver só?

Se você não ligar/não mandar sms/não der sinal de vida o finde inteiro mas o cara acha que você tá louca por ele, no domingo à noite ou na segunda-feira, depois do balão e curada a ressaca, ele vai pensar algo do tipo: “Ué, fulana não ligou, não deixou mensagem…. Estranho”, “Como assim não me ligou? Achei que ela ia ficar puta comigo…”, “Não ligou? Será que tem alguém no pedaço?”. Se ele não ligar nunca mais, levanta as mãos para os céus e agradece ao Senhor Onipotente por ter lhe impedido de gastar o seu precioso tempo com esse traste!!! Se ele ligar, e eu te garanto que vai se vocês já estão saindo há algum tempo, saiba que ele ligou porque você agiu de forma inesperada para ele. Você se diferenciou das outras que ele anda pegando por aí que estão sempre à mão e agora ele vai querer garantir que você ainda está na dele (imbecil!!!).

Pode parecer ridículo (E É!!!) mas não adianta lutar contra a natureza desse primata. Se você não der na cara que sentiu falta da companhia dele, essa besta vai querer te conquistar ou reconquistar. E é aí que as mulheres inteligentes constroem o caminho para que o homem se apaixone de verdade: criando um ambiente no qual o cara seja permanentemente desafiado na sua “capacidade” de conquistar. Quanto mais desafiador fica, mais a mula gosta. E tem sempre que ter uma nova meta pra ele alcançar, um “lugar” aonde ninguém chegou antes. Você pode até estar rindo de tudo isso mas é a mais pura verdade.

Agora, se você fica correndo atrás do cara, demonstrando que ficou chateada porque ele te deu um chá de sumiço, se descabelando de ciúmes pelo telefone, deixando recados pra ele bêbada na madrugada, é claro que nada vai mudar. Cadê o desafio? Cadê a mulher que ele tem que conquistar? Você entrega tudo de mão beijada pra ele, mostra que atura qualquer balão, qualquer cagada que ele faça, berra, grita, dá piti e depois volta pra ele, o que você quer que aconteça? Que ele entenda que você o ama como nenhuma outra mulher???? Minha filha você está lidando com um mongoloide emocional!!!!!! Homem só entende a lei do cão!!! Homem só para pra pensar quando leva TOCO!!!

Texto extraído do livro DESVENDANDO OS HOMENS

Culinária Mexicana - Achei um barato

Culinária Mexicana

Resultado de imagem para culinária mexicana desenho

Pimenta na Comida Mexicana é Forte na Gastronomia do México

Conhecida por muitos condimentos e apimentada a culinária mexicana, também é famosa pela riqueza de sabores e texturas.

Uma gastronomia simples e barata faz da comida mexicana uma das mais populares da América do norte, muito bem aceita pelos brasileiros.

O México associou-se a pimenta, sendo a principal característica de sua comida.

Até bala e pirulitos pode ser de pimenta.

Este costume pelo condimento se deu pelo cultivo das civilizações Maia e  união com as de outros tipos de pimentas, quando lá chegaram os espanhóis.

As pimentas mexicanas são intituladas as mais potentes do mundo, por causa de temperatura e solos ideais.

As tortillas em português tortilhas, de milho e trigo são pratos típicos.

Também com influência de Maias e Astecas o milho é a principal base da comida do país, com diferentes tipos de recheios as tortillas podem ser de: carne, legumes, verduras, frango, frutas, queijos.

Se consome a tortillas em todas as refeições, café-da-manhã, almoço, jantar, lanches e sobremesas.

O principal prato do México é o Taco, ele é uma tortilha recheada com carnes, pimentas, milho, tomate, cebola e guacamole(abacate), podendo ser crocantes( fritos ou assados), enrolados com diversos recheios.

O Chilli com carne é muito consumido como acompanhante das tortillas de trigo, salsa picante, salada e guacamole e recheio para tacos, enchiladas e burritos.

Frequentemente consumido também é o Mole Poblano, uma espécie de frango ao molho de chocolate.

O Cacau é uma fruta muito consumida também no país.

As tamales são pamonhas salgadas, ceviche peixe curtido na salamoura e temperos a base de limão, as quesadillas e nachos também são acompanhados por tortillas.

As tortillas são a base de alimentação mexicana e também a sobremesa predileta.

CULINÁRIA MEXICANA

A comida mexicana, pelos elaborados sabores, tinha origem obscura.

Talvez, os indígenas ocultavam o gosto da carne, proveniente dos sacrifícios humanos, adereçando-a com muitas especiarias, para oultar seu verdadeiro gosto. A verdade fica para os historiadores, mas o certo é, que a gastronomia mexicana é rica, elaborada e carregada de sabores.

É também, o resultado de uma estranha mestiçagem, principalmente, com a comida espanhola, com seus ingredientes básicos no milho, adorado pelos indígenas, o chile, (pimentão picante), com mais de 100 variedades dignificando os sabores, e o feijão, ingredientes que ira encontrar sob diferentes formas em toda comida que realizar.

Por outro lado, México tem aportado ao resto do mundo um comprido listado de alimentos como abóbora, tomate, chocolate, abacate, mamão, goiaba, baunilha y duzias de espeçarias, por citar alguns.

Para desfrutar de este rico paraíso gastronômico é imprescindível se esquecer de tudo o que se pensa da comida mexicana.

Quer dizer, renunciar aos preconceitos sobre o assunto, já que em muitos casos, especialmente no estrangeiro, a ideia que se tem da comida mexicana é bastante distorsionada.

Dada a grande extensão de México e a variedade de zonas climáticas, a comida mexicana está muito regionalizada, pelo que o tipo varia muito de uma região a outra.

O que ira desgostar nas costas pode não encontrar terra adentro. É aqui onde radica a fascinação da comida mexicana.

O invitamos a descobrir este surpreendente universo, enriquecido durante os últimos 500 anos, e fazer-o sem reparos.

No México o desjejum é muito cedo (entre as 7.00 e 10.00 da manhã) e completo. Como diz o refrão: "Quebre jejum como rei, almoce como príncipe, jante como pobre e terá saúde". Experimente o  nortenho, vísceras de vaca moídas e cozidas com milho largo e molho de chile roxo, os chila quiles omeletes de milho fritas e preparadas em molho verde o vermelho, com creme, os ovos rancheiros, fritos acima de uma omelete de milho, banhados em molho picante ou ovos à mexicana, mexidos com tomate, cebola e chile. Nunca irá faltar o suco de laranja e uma taça de café, ao estilo americano, quer dizer, muito suave ou então do jeito mexicano, de panela, com um toque de canela e piloncillo.

Antes de iniciar a comida, que se serve entre as 14.00 e as 16.00 h, em muitas regiões costuma-se tomar o aperitivo.

Consiste em cerveja ou outra bebida, acompanhada de botana, como as tapas espanholas e que pode ser uma porção de caldo ou comida do dia.

A comida é para muitos mexicanos o melhor momento do dia e se compõe de sopa, sopa seca, como arroz, um segundo prato que pode ser carne, peixe ou frango, sobremesa e café acompanhado de bolinhos (pão) e omeletes de milho. Pode começar com um bom caldo tlapenho, com frango, abacate, grão de bico e chile chipotle. Ou si preferir, o caldo sudado de Sinaloa, uma sopa de camarões e moluscos ou bem um caldo tarasco, muito mais suave, com frango e pedacinhos de abacate. As saladas também predominam e aconselhamos perguntar pela "salada do chef". Quanto ao segundo prato, o mais forte e elaborado, o listado pode ser interminável. Não pode, de jeito nenhum, abandonar México sem ter experimentado o verdadeiro frango com mole poblano, o prato bandeira da cozinha mexicana. A receita foi inventada pela freira de um convento que, querendo agradar ao bispo, misturou mais de 30 ingredientes, impressionando-o com o delicioso molho. A preparação é muito devagar e trabalhosa por ter diversas etapas onde vao-se misturando o chile, chocolate, amanedoim, tomates, amenduas, passas, alhos, pimentao, canela, pao, banana, etc. Todo é fritado em momentos diferentes e moido até formar a pasta. Igualmente, da zona de Puebla deve experimentar os mixiotes, porções de cordeiro assado embrulhadas em folhas de maguey. Se tem coragem pode perguntar pelos vermelhinhos dessa planta; a gente come eles vivos ou assados em molho.

Na pensínsula de Yucatao nao se esqueça de experimentar a cochinita pibil, leitão em axiote embrulado em folha de bananeira ou o pocchuc, filés de porco cozinhado com molho de cebola e laranjas amargas, ou bem o queijo recheado, próprios da região.

O veado à serrana, sobre todo no norte do México, é um prato que se prepara com pedaços de carne preparada com chile roxo, alho e cebola. Também se pode decidir pelos tacos de carne de boey, de frango, ao pastor, de porco, etc. Deguste o frango com pepián, uma pasta de gergelim parecida com o mole, os romeritos, tortas de milho com camarões e ervas de cheiro, acompanhadas com molho de pepino e sementes de abóbora.

No norte do México, experimente o bode ao churrasco e o peru defumado, pratos muito procurados naquela zona.

Quanto a peixe e marisco, sobressaem os preparados ao estilo veracruzano como o huachinango, que se serve com diversos molhos ou bem o cebiche, troços de peixe o marisco macerados no limão verde, que achará em muitos lugares do país. A lagosta, própria de toda a zona do Caribe e os camarões são uma delícia. Pergunte pelo peixe ou camarões ao molho de alho, é seguro que vai pedir repeti. Para finalizar, feijões refritos ou mexidos com queijo. E se ficou satisfeito, ainda tem a sobremesa. Os mexicanos são chegados ao doce, de um jeito paradójico. As frutas são deliciosas, as laranjas, maçãs e goiabas, abacaxi, mamão, pera, guanabanas, mangos, memayes, tunas, etc, tem um sabor que só poderá encontrar naquelas latitudes. Quanto as sobremesas, destacam o jamoncilho de leite, as jericalhas (qualidade de flan), os crepes tuti fruti, sorvetes e doces.

Se você é de paladar mais conservador, ou dos que preferem tira-gostos, não fique preocupado, pois México oferece rica variedade. Experimente as pamonhas de carne, com milho cozido e embrulhado em folhas da mesma planta, os "burritos", preparados com omelete de milho em farinha onde embrulha-se todo tipo de guisados, as Torradas de frango com alfaçe e abacate, as flautas, com omeletes de milho fritadas e enroladas, o queijo Oaxaca, chouriços, os pasteis de carne, as memelas – tortas cobertas de diversos ingredientes ou os tacos de huitlacoche, um fungo parasita do milho. Geralmente os jantares se servem entre as 20.00 e as 22.00, com alguns dos pratos citados neste sugerente listado.

Tem quem prefere uma taça de chocolate com pão doce.

BEBIDAS

Aconselhamos experimentar a cerveja mexicana nas comidas.

É mais suave que a européia, e com a possibilidde de escolher entre uma rica variedade. As marcas mais destacadas são Coronita, Tecate, XX Lager, Modelo, Boemia, Pacífico, Noche Buena (encontrada na época do Natal), Negra Modelo, Corona e Superior.

Quanto aos vinhos nacionais, encontrará alguns de ótima qualidade. Recomendamos as marcas L. A. Cetto, Clafia e Los Reyes. Outra possibilidade é o pulque, que só poderá experimentar-lo em uma pulqueria (onde geralmente está proibido o acesso as mulheres). Trata-se de uma antiga bebida nacional que se obtém da água-mel do maguey e, que fermenta em alforjas de couro de bode. Alguns preparam-no com frutas para inaltecer o gosto.

Como aperitivo, o tequila é o rei. É o licor nacional, que se obtém da destilação do suco fermentado do agave azul. Originário do Estado de Jalisco, começou a ser produzido no século XVII e na atualidade consiste em uma das bebidas mais internacionais. Serve-se num dedal e bebe-se de um gole, para depois chupar um pouquinho de sal e limao e alcançar o ponto do equilibrio. Também, pode ser bebido com um dedal de sangria, um suco de laranja, pimentão, limão e sal. Existem várias qualidades de tequila, como o branco, de gosto forte e o mais usado para as bebidas preparadas, embora possa ser consumido só; ou o idoso, mais escuro e suave de gosto. Entre as marcas mais reconhecidas encontra-se o Tequila Cuervo, Sauza, Orendaín e Herradura Reposado. Nos últimos tempos, devido ao importante aumento da demanda internacional e à escassez que provoca a mesma, os preços do tequila subiram notavelmente. Porém, nao se pode abandonar o país sem ter experimentado o internacional coctel margarita, preparado com tequila, gelo, limão e sal.

Em algumas regiões do México destilam-se diferentes licores espirituosos, baseados em ervas e plantas. Experimente o mezcal, originário de Oaxaca e engarrafado com um pequeno verme proveniente da mesma planta, o Damiana, licor de ervas originárias dos estados de Baixa Califórnia e Sinaloa e que, segundo o pessoal, tem propriedades afrodisíacas. Outra possibilidade é o xtabentú, licor elaborado com mel originário de Yucatao, parecido com o anis.

Beba água engarrafada ou gasosas (como a célebre sidral, de suco de maçã ou a sangria –sem álcool), e evite em determinados lugares os cubos de gelo. Os sucos liquidificados e águas frescas de jamaica ou tamarindo são deliciosos; deve experimentá-los.

CONSELHOS PRÁTICOS

Para que o seu encontro com a gastronomia converta-se em uma experiência deliciosa, é aconselhável conhecer alguns conselhos.

Quanto ao lugar

Deixe-se guiar pela intuição e utilize o seu próprio critério e senso comum. Se, o lugar estiver cheio, deve ser por uma boa razão. Pode -se aventurar além do seu hotel, lembrando que nem sempre o mais caro é o melhor.

Comer na rua

Para comer nos botecos das ruas, precisa-se ter prudência. Quase todos tem boa comida a preços de vantajosos, mas é preciso prestar atenção às medidas higiênicas.

Comida Internacional

No México vai encontrar numerosos restaurantes que preparam comida de outros paises, como a chinesa, japonesa, libanesa, espanhola, etc.

Os Preços

Nos últimos tempo, os preços dos alimentos tem sido incrementados. Porém, com a desvalorização do peso (ano 1994), ainda são muito econômicos.

Paciência

Para os mexicanos as comidas são tembém um momento de encontro e conversa.

As comidas são relaxadas e requerem seu tempo. A conta nunca é apresentada até ser solicitada ao moço (mesero) e pode demorar. Seja paciente.
Por: Caminhos de lá.

Pollo a la mejicana



Receita de Pollo a la mejicana


Dificuldade: Fácil


Tempo de Preparo: 35 minutos

Ingredientes


2 (sopa) de amêndoas, picadas e ligeiramente 


tostadas


2 (sopa) de vinho branco seco, para o molho
6 (sopa) de purê de tomate
1 (sopa) de alho amassado


1 de caldo de galinha
1 frango (com 1 e ½ quilos) em pedaços
1 cálice de vinho branco seco
Manteiga ou margarina
1 pitada de páprica
Sal a gosto
2 cravos

Modo de Preparo

Temperar o frango com sal e fritar na manteiga ou margarina, até ficar dourado. Despejar o vinho por cima e deixar cozinhar cerca de 1 hora, regando com caldo, sempre que for necessário. Enquanto o frango cozinha, preparar o molho. Levar ao fogo, numa panela, o purê de tomate, o alho, a páprica, os cravos e as 2 colheres de vinho. Cozinhar por 20 minutos, retirar os cravos e temperar se for necessário. Colocar o frango frito numa travessa e cobrir com parte do molho. Salpicar com as amêndoas. Servir o molho restante, à parte.

Tudo gostoso.com

Opinião Livre - Ética, Gentileza e Cordialidade - Mário Sérgio Cortella





Se Você Não Existisse, Que Falta Faria e Outras - Mario Ségio Cortella